DOURO

Ordenar por:  
Planalto Branco 2015
Planalto Branco 2016
Tipo: Tranquilo

Categoria: Reserva

Cor: Branco | Tonalidade: Amarelo Citrino

País de Origem: Portugal | Região: Douro | Designação de Origem: DOC Douro

Enólogo: Luís Sottomayor

Castas: 30% Viosinho | 15% Malvasia Fina | 15% Gouveio | 15% Arinto | 15% Códega | 5% Rabigato | 5% Moscatel

O Vinho

Planalto é hoje uma das maiores referências de vinho branco na Região Demarcada do Douro, fruto dos profundos estudos efectuados ao longo dos anos, da criteriosa escolha das castas que o compõem e do uso da melhor tecnologia de vinificação na sua produção.

NOTAS DE PROVA

Casa Ferreirinha Planalto Reserva 2016 apresenta uma cor citrina brilhante e um aroma de boa intensidade e complexidade. Destacam-se os aromas florais, frutos de polpa branca, frutos tropicais e ligeiras notas arbustivas. Na boca revela bom volume e notável acidez, perfeitamente equilibrada, voltando a estar em destaque as notas florais e os aromas a frutos de polpa branca. O seu final é longo, elegante e harmonioso.

Vinificação

À chegada à adega da Casa Ferreirinha em Vila Real, as uvas colhidas à mão nas zonas altas e planaltos da região do Douro - escolhidas pelo seu equilíbrio entre boa maturação e excelente frescura - foram desengaçadas e esmagadas suavemente. Seguiu-se um processo de decantação a frio dos mostos, os quais, após atingida a limpidez necessária, foram fermentados em cubas de aço inoxidável a uma temperatura controlada entre 16ºC-18ºC, durante cerca de 20 dias.

Estágio

Os vinhos seleccionados para Casa Ferreirinha Planalto Branco Reserva 2016 foram mantidos separadamente por casta e/ou vinha a baixas temperaturas. Após várias provas e na sequência de uma apurada selecção foi elaborado o lote final que, depois de clarificado e estabilizado, foi engarrafado.

Temperatura de Serviço

Deve ser servido fresco, entre 9ºC-11ºC.

Gastronomia

Casa Ferreirinha Planalto Branco Reserva 2016 é o vinho ideal para acompanhar saladas, pratos leves, peixe e marisco, ou até para saborear como aperitivo.

Conservação

Casa Ferreirinha Planalto Branco Reserva 2016 pode ser apreciado na sua plenitude 6 meses após o engarrafamento, mantendo-se, contudo, nas melhores condições durante 2 a 3 anos. Conservar em posição horizontal a temperaturas de 10ºC-15ºC.

Detalhes Técnicos: Teor Alcoólico: 12,5% | Acidez Total: 5,2 g/l (ácido tartárico) | Açúcar: 0,8 g/l | pH: 3,3

4.53€  IVA incluído
Crasto Branco 2016
Crasto Branco 2017
Denominação de Origem: Douro

Sistematização: Patamares; Vinha ao alto

Solo: Granítico

Idade das Vinhas: Mais de 20 anos

Castas: Gouveio | Viosinho | Rabigato

Enólogo: Manuel Lobo

Vinificação

As uvas, provenientes de talhões previamente seleccionados, foram transportadas em caixas de plástico alimentar de 22 kg e sujeitas a uma rigorosa triagem à entrada da adega. Foram posteriormente desengaçadas e prensadas. O mosto prensado foi transferido para cubas de inox onde se manteve a uma temperatura de 8ºC durante 48 horas até à sua decantação. Seguidamente decorreu a fermentação alcoólica em cuba de inox com temperaturas controladas de 14º C durante um período de 30 dias.

Estágio: Em cubas de aço inox.

Notas de Prova

Cor: Citrino.

Aroma: Excelente intensidade aromática, onde se destacam frescas notas de lima e, toranja, muito bem envolvidas em elegantes aromas de flor de laranjeira, e vibrante mineralidade.

Paladar: Início cativante, evoluindo para um vinho com excelente volume, acidez e estrutura, tudo em perfeito equilíbrio com notas de grande frescura e mineralidade. Um vinho sedutor que termina vibrante, fresco e persistente.

Detalhes Técnicos: Teor Alcoólico: 13% | Acidez Total: 5,5 gr/L | pH: 3,29 | Açúcar Residual: 3,0 gr/L

8.95€  IVA incluído
Duas Quintas Branco 2015
Duas Quintas Branco 2016
O Vinho

O Duas Quintas Branco é um vinho do Douro Superior, proveniente da Quinta de Ervamoira (150 metros de altitude) e da Quinta dos Bons Ares (600 metros de altitude), elaborado com castas locais. É um branco genuíno, estruturado e encorpado, mas igualmente fino e elegante, que exprime o potencial desta maravilhosa e extrema região.

Castas: Rabigato (60%) | Viosinho (30%) | Arinto (10%)

Vinificação

As uvas são vindimadas manualmente e transportadas até ao centro de vinificação em pequenas caixas, separadas segundo a casta e a parcela; o mosto é obtido por prensagem directa após maceração a frio. O mosto limpo fermenta em cubas de inox a baixa temperatura (90%) e o restante em cascos de carvalho francês e austríaco de diferentes capacidades. Este vinho foi engarrafado no fim de Março de 2016.

Notas de Prova

Límpido e brilhante. Cor dourada muito clara. Nariz perfumado, de uva madura e pêssego, com notas de pólen, de melão, de pêra. Termina com um toque citrino, de toranja. Na boca o vinho tem presença, é cheio e macio, com final saboroso e dominado por perfumes de fruta madura.

Gastronomia & Serviço

Pode beber-se sozinho como aperitivo. O Duas Quintas branco 2015 tem, contudo, um grande perfil gastronómico. Recomendamos servi-lo com marisco e com entradas de peixe como salada de bacalhau ou salmão marinado. Harmoniza igualmente bem com pratos orientais à base de aves e de legumes, como tempura de legumes e camarão com salteado de legumes thai. Temperatura de consumo entre os 12º e os 14º C.

Conservação: Guardar a garrafa deitada em local fresco, seco e ao abrigo da luz.

Detalhes Técnicos: Teor Alcoólico: 13,5% | Acidez Total: 5,1 g/l | pH: 3,27

9.69€  IVA incluído
Emecê Colheita branco 2016
Emecê Manuel Correia Colheita branco 2016
Castas: Malvasia Fina, Viosinho, Gouveio, Cercial e Moscatel Galego Branco

Vinificação: Desengace total seguido de uma ligeira prensagem. A fermentação ocorreu em cubas inox com controlo de temperatura.

Estágio: 6 Meses em cubas inox.

Notas de Prova

Cor: Citrina.

Aroma: Com aromas citrinos e tropicais.

Paladar: Volumoso e com uma intensidade que revela sabores frescos e intensos.

Gastronomia & Serviço

Sugerimos que este vinho seja servido a uma temperatura de 8 -10⁰C., acompanhado de pratos de peixe, carnes brancas e saladas.

Detalhes Técnicos: Teor Alcoólico: 13,5% | ph: 3,32 | Acidez Total: 5,50g

4.63€  IVA incluído
DR Colheita Branco 2016
DR Colheita Branco 2016
Produtor:Agri-Roncão Vinícola, Lda

Castas: Malvasia Fina | Rabigato | Viosinho | Cerceal

Enólogo: Luís Rodrigues

Notas de Prova:

Cor: Citrina.

Aroma: Aroma frutado, fresco e muito intenso com predominância dos tropicais como maracujá e ananás.

Paladar: Na boca evidencia-se a frescura, a acidez assim como um excelente volume.

Gastronomia: Acompanha peixe fresco, marisco e sushi.

Teor Alcoólico: 13%

4.25€  IVA incluído
Manuel Correia Reserva Branco 2016
Manuel Correia Reserva Branco 2016
Castas: Malvasia Fina, Viosinho, Gouveio, Cercial, Rabigato e lote de Vinhas Velhas.

Vinificação: Desengace total seguido de uma ligeira prensagem. A fermentação ocorreu em cubas inox com controlo de temperatura.

Estágio: 6 Meses em madeira nova de carvalho francês.

Notas de Prova

Cor: Citrina.

Aroma: Com aromas citrinos, tropicais, nuances de especiarias e baunilha.

Paladar: Na boca é volumoso, fresco e intenso.

Gastronomia & Serviço

Sugerimos que este vinho seja servido a uma temperatura de 8 -10⁰C., acompanhado de pratos de peixe, carnes brancas e saladas.

Detalhes Técnicos: Teor Alcoólico: 13,5% | pH: 3,34 | Acidez Total: 5,20g

8.99€  IVA incluído
Altano Branco 2016
Altano Branco 2016
O Vinho

Este vinho branco do vale do Douro é produzido a partir de uvas oriundas de vinhas situadas a cotas elevadas, cujas temperaturas mais frescas proporcionam condições ideais para a produção de uvas brancas. O resultado é um vinho com aromas exuberantes, de perfil tropical e citrino, com uma acidez viva e refrescante. Os vinhos Altano são produzidos pela família Symington, presente no Douro desde o século XIX.

Proveniência: Produzido maioritariamente a partir de uvas da Quinta da Fonte Branca, perto de Lamego e pertencente à família Symington.

Castas: Malvasia Fina | Viosinho | Rabigato | Moscatel Galego.

Enólogos: Charles Symington e Pedro Correia

Vinificação

Após desengace e esmagamento suave das uvas, uma breve maceração pelicular permite otimizar a extração de compostos e precursores aromáticos desejáveis. A seguir à clarificação, o mosto é fermentado em cubas de inox, com temperatura controlada entre 14 e 16°C. Durante o período de envelhecimento que se segue evita-se o contacto do vinho com oxigénio até ao engarrafamento, de modo a preservar os aromas primários.

Estágio & Engarrafamento

3 meses em cubas de aço inox, com um contacto mínimo com o oxigénio, de modo a preservar toda a frescura aromática do vinho. O vinho foi engarrafado em janeiro de 2017.

Notas de Prova

Com uma cor amarela palha brilhante, este vinho revela expressivos aromas de maracujá e abacaxi com uma subtil nota de baunilha. Exuberante e fresco na boca, apresenta precisos sabores citrinos, conjugados com maça verde e um toque de melão. O conjunto é recortado por uma fresquíssima acidez.

Conservação & Consumo

Pronto para consumo imediato, deve ser bebido até 2018. Servir idealmente a uma temperatura entre 10 e 12°C.

Detalhes Técnicos: Teor Alcoólico: 12,7% | Acidez volátil: 0,29 g/L (em ác. acético) | Acidez total: 6,5 g/L (em ác. tartárico) | pH: 3,25 | Açúcares totais (glu+frut): 0,6 g/l

4.66€  IVA incluído
Diálogo Branco 2015
Diálogo Branco 2015
Produtor: Niepoort (Vinhos) S.A.

Região: Douro

Solo: Micaxisto

Idade das Vinhas: 40-70 anos

Castas: Rabigato | Códega do Larinho | Gouveio | Donzelinho | Viosinho | Outras

Vindima: Manual

Descrição

Agora podemos festejar também com Diálogo branco, a primeira edição deste vinho com a mesma filosofia do tinto, um vinho para celebrar a boa comida, os bons momentos e os bons amigos, um vinho para os prazeres simples da vida. Para exprimir o carácter do Douro neste branco, subimos em altitude à procura de vinhas com castas indígenas, plantadas em solos de micaxisto e que apresentassem o verdadeiro carácter rochoso deste vale. Através da fermentação, quer em barricas de carvalho francês quer em cubas de inox, procurámos a complexidade e a leveza. A ilustração de Luís Afonso conta histórias nos rótulos do Diálogo desde a primeira edição.

Vinificação

As condições climáticas do ano vitícola 2015 foram muito favoráveis, com sol, calor e pouca humidade, permitindo um crescimento vegetativo homogéneo. Uma das particularidades deste ano vitícola foi a capacidade da vinha em manter-se hidratada durante a maturação. Em finais de Agosto, início de Setembro, as folhas basais mantinham-se verdes e húmidas, com os bagos hidratados e uma película grossa e firme. O equilíbrio dos mostos, a suavidade dos taninos e a intensa concentração de cor indicam que estamos perante um ano excepcional.

As uvas foram transportadas durante a noite num camião refrigerado e depois de uma selecção criteriosa à entrada da adega, foram prensadas suavemente a uma temperatura baixa, para evitar oxidações e extracção de borras grossas.

Após ter decorrido a decantação natural durante aproximadamente 24 horas, 15% do mosto fermentou em barricas de carvalho francês e o restante em cubas de inox durante 8 meses. Foi engarrafado em Maio de 2016.

Fermentação: Cubas de aço inox (75%) e barricas de carvalho francês (25%)

Estágio: Cubas de aço inox e barricas de carvalho francês

Notas de Prova

Embora jovem e contido no aroma, o equilíbrio e harmonia da vindima 2015 são notáveis. Com aroma fresco, delicado e marcadamente mineral, sobressaem notas de citrinos e ervas frescas. Na boca, é envolvente e muito elegante, com uma boa acidez. O final de boca é fresco com boas notas cítricas e minerais. Um branco que apresenta juventude e vivacidade, muito fácil de beber. Perfeito para as mais diversas ocasiões.

Gastronomia: Peixes grelhados e assados, pasta com frutos do mar, carnes brancas.

Detalhes Técnicos: Teor Alcoólico: 12,5% | Açúcar Residual: 0,8 g/dm3 | pH: 3,27 | Acidez Total: 5.1 g/dm3 | SO2 TOTAL: 89

6.15€  IVA incluído
Por página      1 - 8 de 11