SETÚBAL

Ordenar por:  
Dona Ermelinda Reserva Tinto 2013
Dona Ermelinda Reserva Tinto 2015
Origem: Vinhas de Castelão com mais de 50 anos, de Touriga Nacional, Trincadeira e Cabernet Sauvignon, situadas em Fernando Pó, zonas privilegiadas do concelho de Palmela.

Solo: Podzolizado de areias e arenitos.

Clima: Mediterrânico.

Castas: Castelão 70% | Touriga Nacional 10% | Trincadeira 10% | Cabernet Sauvignon 10%

Enólogo: Jaime Quendera

Vinificação: Fermentação em cubas-Lagar de inox com temperatura controlada seguido de maceração pelicular prolongada de 20 dias.

Estágio: Estágio de 12 meses em meias pipas de Carvalho Francês seguido de estágio de 8 meses em Garrafa.

Notas de Prova

Cor: Granada quase opaco.

Aroma Frutos pretos, especiarias e fumo, com alguma compota devido à grande maturação atingida.

Paladar: Na boca é um vinho denso, cheio, com grande estrutura, taninos presentes mas integrados e macios. Final longo persistente e muito agradável.

Gastronomia: Carnes, carnes vermelhas, pratos de caça, queijos, queijos de pasta mole, queijos fortes.

Conservação: 8 anos.

Teor Alcoólico: 14,5%

6.95€  IVA incluído
Dona Ermelinda Tinto 2016
Origem: Vinha situada em Fernando Pó, zona privilegiada do concelho de Palmela.

Solo: Arenoso.

Clima: Mediterrânico-continental.

Castas: 70% Castelão | 15% Cabernet Sauvignon | 15% Touriga Nacional

Enólogo: Jaime Quendera

Vinificação: Maceração pelicular prolongada com temperatura controlada rigorosamente.

Estágio:6 meses em carvalho francês.

Notas de Prova

Cor: Vermelho escuro, granada.

Aroma: Bem conjugado com a madeira, confitado, rico em frutos vermelhos muito maduros.

Paladar: Bem conjugado com a madeira, cheio, complexo, com taninos muito redondos, final de boca prolongado e agradável.

Gastronomia: Ideal com pratos de carne, bacalhau e queijos.

Conservação: 10 anos.

Teor Alcoólico: 14%

3.29€  IVA incluído
Periquita Tinto 2015
Periquita Tinto 2015
Equipa de Enologia

Sob a orientação de Domingos Soares Franco – o primeiro Enólogo português formado pela reconhecida Universidade de Davis, na Califórnia – uma equipa de enólogos criteriosamente escolhida por si, é responsável por conduzir um vasto conjunto de investigações, estudos, experiências e inovação, que tornam
a José Maria da Fonseca pioneira em muito daquilo que se faz em matéria de Enologia em Portugal e no Mundo. Trata-se de um trabalho que começa na vinha, abrange todos os processos de produção e termina no vinho engarrafado, colocado à disposição do consumidor.

Denominação de Origem: Vinho Regional Península de Setúbal

Região: Península de Setúbal

Tipo de Solo: Arenoso (95%) e ArgiloCalcário (5%)

Castas: Castelão (52%) | Trincadeira (42%) | Aragonês (6%)

Vinificação: Fermentação ocorre durante 4 dias a 28ºC, com maceração total.

Estágio: 6 meses em carvalho Francês e Americano (madeira nova e usada)

Notas de Prova:

Cor: Vermelho com alguma profundidade.

Aroma: Frutado a amoras, framboesas, morangos maduros, groselha. Madeira de carvalho com alguma baunilha por trás.

Paladar: Frutado, com volume, alguma persistência, taninos presentes mas macios. Boa acidez que lhe dá “garra”.

Serviço & Gastronomia: Servir a uma temperatura de 12ºC e consumir a 14ºC como acompanhamento de pratos de carne, caça e queijos de sabor intenso.

Conservação: Garrafa deitada a uma temperatura ambiente de 12ºC e humidade de 60%. Consumir até 5 anos após o engarrafamento.

Teor Alcoólico: 13%

3.45€  IVA incluído
Quinta da Bacalhôa Tinto 2013
Quinta da Bacalhôa Tinto 2014
Castas: Cabernet Sauvignon

Vinificação

A vinha plantada na Quinta da Bacalhôa encontra o “terroir” ideal para a produção de excelentes vinhos – solos argilocalcários vermelhos e bem drenados com clima ameno devido à forte influência atlântica. As castas escolhidas no encepamento da Quinta o Cabernet Sauvignon e o Merlot beneficiam de condições naturais para uma maturação lenta e equilibrada. Após a fermentação dos vinhos elementares a temperatura controlada, seguiu-se um período de «cuvaison» (maceração pelicular pós-fermentativa) de uma semana.

Estágio: 13 meses em barricas novas de carvalho francês Allier.

Notas de prova

Cor: Tinto

Aroma: Mantendo o seu estilo clássico, o Quinta da Bacalhôa 2014 apresenta aromas de frutos encarnados, bem presentes, combinados com “nuances” de madeira e especiarias.

Paladar: Na boca as sensações de frutas encarnadas são realçadas e combinadas com taninos suaves mas presentes; tem um final fresco, algo mineral, elegante e muito complexo.

Gastronomia: É o acompanhante ideal de pratos de carnes vermelhas, caça.

Temperatura de Serviço: 16 - 18°C

Teor Alcoólico: 14,5%

Prémios

Colheita de 2013

Revista Wine - 17,5 pontos

Concurso de Vinhos de Portugal - Medalha de Ouro

International Wine Challenge - Commended Medal

Sakura Japan Women´s Wine Awards - Medalha de Ouro

15.65€  IVA incluído
Vale da Judia Tinto 2014
Vale da Judia Tinto 2014
Descrição

Península de Setúbal, região onde estão situadas as nossas vinhas, caracterizada por um microclima com ótimas condições endafo-climáticas, únicas onde se destaca os solos arenosos mas ricos em água e o clima Mediterrâneo mas com influência marítima devido à proximidade do mar. A perfeita harmonia destes elementos favorecem o desenvolvimento de castas nobres perfeitamente adaptadas originando vinhos de excecional qualidade.

Denominação de Origem: Vinho Regional Península de Setúbal

Tipo: Tinto

Tipo de Solo: Podzolizado de areia e arenitos

Castas: 50% Castelão | 20%, Syrah | 20% Alicante Bouschet | 10% Aragonez

Vinificação: Fermentação alcoólica em cubas inox com temperatura controlada seguida de maceração pelicular prolongada.

Estágio: 4 meses em carvalho francês e americano novo.

Notas de Prova

Cor: Ruby

Aroma: Intenso a frutos vermelhos bem conjugado com um ligeiro toque de madeira nova quando novo, evoluindo posteriormente para frutos secos, chocolate, especiarias e café.

Paladar: Macio na boca com muito bons taninos e estrutura. Fim de boca agradável.

Final de Prova: Prolongado.

Temperatura de serviço: 16-18ºC

Gastronomia: Pratos de caça, Carnes grelhadas e Queijos.

Conservação: Local escuro, fresco e com a garrafa deitada. Possui uma evolução positiva nos primeiros 7 anos.

Teor de Alcoólico:13,5%

2.65€  IVA incluído
Por página      1 - 5 de 5
  • 1